MARCOPOLO

MARCOPOLO

Giancarlo Terrassan GIANCARLO TERRASSAN

DE OLHOS NO FUTURO

Marcopolo Stand, Busworld Europe-Bruxelles 2019 — Foto: Jornal Strada – Giancarlo Terrassan

A Marcopolo, principal fabricante brasileira de carroçarias de autocarros e uma das maiores do mundo, participou na Busworld Europe 2019, que decorreu em Bruxelas, Bélgica, com o objectivo de ampliar a sua presença global por intermédio de novos negócios e da presença em diferentes mercados para oferecer soluções de mobilidade e transporte. O foco da empresa é ser o parceiro ideal na oferta de soluções em mobilidade que possam ser aplicadas nos diversos mercados mundiais, que procuram diferentes tecnologias, desde a 100% eléctrica por baterias, até à diesel Euro 6 (como possui no Chile), passando pela híbrida, gás natural e eléctrica com alimentação de rede externa.

Neste contexto, a Marcopolo tem como diferenciais a elevada qualidade e capacidade produtiva, flexibilidade e a customização de produtos de acordo com a necessidade dos clientes e dos mercados onde atua, e está atenta às novas oportunidades que surjam no sector, sobretudo na diversidade de tipos de transporte.

Com 70 anos de actividade, completados em agosto passado, a fabricante brasileira já produziu mais de 430 mil veículos e actua há quase 60 no mercado internacional. No ano passado, a sua produção global consolidada aumentou 29,8% – 23.627 unidades, contra 18.202 unidades no ano anterior.

«Para isso, investimos fortemente em inovação, novas tecnologias e negócios para promover as melhores soluções de mobilidade e transporte para cada mercado potencial.» destaca André Armaganijan, director de Estratégia e Negócios Internacionais da Marcopolo. «O mercado está em contínua e acelerada transformação e a mobilidade dependerá da integração de diferentes tipos de transporte e serviços, além do autocarro propriamente dito. Estamos atentos a todo esse movimento, como os veículos movidos a tecnologia eléctrica, e procuramos actuar fortemente, com ou sem parceiros.», destaca.

Nas fábricas brasileiras foram produzidas em 2018, 13.958 unidades contra 8.633, em 2017, um crescimento de 61,7%. Parte desse volume de produção das unidades brasileiras foi exportada para cerca de 100 países de diferentes continentes: 3.938 unidades contra 3.271, em 2017, um crescimento de 20,4%. «Somos líderes de mercado no Brasil e na América Latina, com cerca de 45% de participação, e pretendemos continuar a crescer nos países nos quais já actuamos e ingressar nos que ainda não participamos.» destaca Rodrigo Pikussa, director do Negócio Autocarros da Marcopolo.

Inovação e novos modais de mobilidade

Um exemplo do foco da Marcopolo na inovação e no desenvolvimento de novas soluções de mobilidade é a recente criação da Marcopolo Rail, unidade de negócio focada no desenvolvimento de produtos para o segmento ferroviário.

Com a criação da Marcopolo Rail, a fabricante visa integrar o know-how adquirido na produção de carroçarias de autocarros para o transporte de passageiros, como nos sistemas BRT, para fornecer produtos tanto para teleféricos, como para metros de superfície. «A Marcopolo Rail reforça o nosso foco em inovação e nas soluções completas de transportes. O futuro no transporte e na mobilidade urbana é cada dia mais múltiplo e focado na sustentabilidade e pluralidade de meios de transporte. As soluções nas quais os fabricantes estão a trabalhar e a desenvolver precisam de contemplar diferentes e novos meios de transporte, como carruagens e sistemas propulsores, e serem completas, integrando infraestrutura e indústria digital, entre outras áreas», explica André Armaganijan.

Comentários